10 de setembro de 2010

Pesquisadores descobrem que memórias reprimidas não existem


Os psicólogos acreditam agora que as memórias reprimidas devido a uma experiência traumática na verdade não existem.

As pesquisas sugerem que de fato indivíduos que foram confrontados com uma experiência traumática eram mais prováveis de revivê-la mais e mais em suas mentes. O professor Richard McNally, da Universidade de Harvard, disse que a teoria de memórias reprimidas é "o mais pernicioso pedaço de folclore de todos os tempos que infectou a psicologia e a psiquiatria."

Ele continua dizendo que falsas memórias podem ser facilmente criadas por terapeutas incompetentes.

"Os hormônios do estresse que são liberados durante um trauma tendem a consolidar a memória, torná-la um pouco forte e às vezes até mesmo intrusivas, como você pode ver no transtorno de estresse pós-traumático", disse ele.

A boa notícia é que agora a maioria das vítimas podem ser ajudadas.

"As coisas mudaram, felizmente. Temos agora tratamentos que funcionam", disse ele.

Soldados que retornam de áreas de guerra, vítimas de crimes violentos e de abuso sexual, podem agora ser ajudados pela terapia cognitivo-comportamental, onde eles aprendem a atribuir memórias terríveis do passado, ao invés delas se acumularem no seu presente e futuro.

Professor Devilly diz que a terapia está funcionando.

Agora os psicólogos estão trabalhando para afastar o estresse pós-traumático em ocupações de alto risco, através do ensino de recrutas para desenvolver a resiliência.

Fonte: ABC News

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...