21 de setembro de 2010

Reinado do eco-terrorismo, operações disfarçadas ou acidentes estranhos?


Cerca de 35 mil milhas quadradas de derramamento de óleo ficaram quase inteiramente fora do radar e ficaram quase em silêncio na imprensa. Entre 21 de agosto e 03 de novembro de 2009 houve um vazamento de petróleo ao longo da costa da Austrália, que saiu fora de controle há meses. Em uma cena muito familiar, as companhias de petróleo estão trabalhando horas extras para esmagar as compensações que prometeram ao povo nas áreas infectadas.

Cerca de 18 mil pescadores foram prejudicados devido a este "prêmio" em massa de óleo que desaguava no Mar de Timor. Este evento foi chamado de o pior desastre de equipamento de perfuração do alto mar da Austrália na história.

Avançando no tempo até 2010, temos visto alguns sinais interessantes em torno dos derramamentos de petróleo na América. É isso mesmo, derramamentos, no plural. Não só houve o desastre do petróleo da British Petroleum (BP) que começou em 20 de abril de 2010, houveram alguns outros que foram razoavelmente despercebidos ao público em geral.

Houve derramamento de óleo no rio Kalamazoo perto de Marshall, Michigan, que liberou um milhão de litros de petróleo córrego abaixo devido a um oleoduto quebrado. O oleoduto foi dirigido por Enbridge, uma subsidiária da BP! Os relatórios sugerem agora que o petróleo atingiu a região dos Grandes Lagos.

Não se esqueça do derramamento perto de Chicago, que recentemente derramou 250.000 litros de óleo com pouca ou nenhuma cobertura da mídia.

O aspecto mais importante desta situação são os laços de Enbridge e BP. Todos os derramamentos acima descritas foram suprimidos até certo ponto, através da manipulação da mídia. O fato de que todos os três derrames que aconteceram nos EUA são filiados com a BP é cativante, para dizer o mínimo.

O povo americano merece respostas sobre estas questões, e até agora não recebeu nenhuma. A fundação atual parece estar sendo financiada não apenas por grandes empresas, mas, literalmente, trabalhando no interesse de empresas internacionais! Para colocá-lo suavemente, o fascismo.


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...