30 de outubro de 2010

Similaridades chinesas e européias sobre criaturas fantásticas


Lendas e histórias de monstros em diferentes culturas ao redor do mundo são surpreendentemente similares.

Apesar da distância que separa os mitos e lendas de monstros da China e Europa, semelhanças são encontradas entre as duas culturas.

A imagem acima, por exemplo, representa uma "Coleção de Cinco Monstros", de um texto de 2 mil anos de idade. Apresentam descrições de criaturas que viviam bem no limite do mundo conhecido. Marinheiros alegaram tê-los visto. Os viajantes também. Eles apareceram em contos. Eles não se parecem com os europeus porque eles viviam longe demais.

Estes são alguns exemplos de criaturas descritas pelos textos europeus:

As Amazonas: Mulheres guerreiras que cortavam seu seio direito para poderem puxar com mais precisão seus arcos e atirar suas flechas.

Os Blemmyae: seres sem cabeça ou pescoço, cujas faces estavam em seus peitos.

Os Scipods: raça de uma perna só com um pé tão grande que podiam usar como guarda-chuva.

Há também outros, como Os Panoti, com as orelhas tão grandes que tinham que segurá-las em suas mãos e podiam usá-los para voar. Além disso, Os Astomi, criaturas sem boca que se alimentavam por cheirar maçãs.

Agora é que vem a surpresa.

Se irmos para o outro lado do mundo - a China - e perguntar como que os chineses achavam que eram as criaturas que viviam em regiões distantes, verifica-se que eles também tinham uma coleção de monstros. Seus monstros aparecem em um antigo texto chamado "O Clássico das Montanhas e Mares." E adivinhem?

Bem, primeiro, dê uma olhada nesta figura chinesa, com especial atenção para o companheiro sem cabeça, o segundo da esquerda para a direita:


Aqui está uma lista de descrição de algumas destas criaturas bizarras:

Os Orelhas-Mole: têm orelhas tão grandes que caem até seus ombros.
O Povo com Penas: podem voar, mas não para muito longe.
O Povo Cabeludo: cobertos de pêlos "como porcos".
O Povo Cogumelo: cujo aspecto era como de "um fungo de carne".
O Povo Sem-Descendência: uma raça sem ossos, por comerem apenas ar "são lúcidos e vivem um longo tempo".

Assim, os chineses imaginaram monstros orelhudos, assim como os europeus.
Os chineses viam seres comedores de ar, os europeus, cheiradores de maçãs. Os chineses têm um monstro com cara no peito, idem os europeus.

Fonte: NPR

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...