27 de novembro de 2010

Morre executivo que estava ajudando a recuperar o Golfo após derramamento de óleo


Um executivo que estava ajudando a guiar a recuperação do derrame de petróleo do Golfo do México, um reconhecido advogado do Texas e sua sogra foram mortos em um acidente de um pequeno avião nas águas do norte da Flórida, disseram autoridades na quarta-feira.

James Patrick Black, 58 anos, morreu cerca de uma milha do aeroporto Destin em Florida Panhandle na noite de terça-feira, disse a porta-voz da BP, Hejdi Feick. Aqueles que os conheciam disseram que os três se dirigiam para uma reunião do feriado de Ação de Graças na Flórida.

Black foi diretor de operações da Organização de Restauração da Costa do Golfo, e teve um papel fundamental de orientação da unidade de negócios criada após o incêndio de abril na sonda Deepwater Horizon e a explosão e derrame que durou um mês, e que expeliu, pelo menos, 200 milhões de litros de petróleo bruto a partir de um poço estourado da BP.

Os pesquisadores também disseram que o ex-procurador geral do Texas, de 47 anos de idade Gregory Scott Coleman, e sua sogra, Charlene Black Miller, 63, morreram quando o avião Piper Malibu que Coleman estava pilotando vindo do Texas através de Nova Orleans ficou na visibilidade limitada enquanto se aproximava do aeroporto.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...