15 de novembro de 2010

Primeiro reator de fusão sustentável será contruído até 2012


Pode parecer um edifício normal, mas atrás das portas fechadas pode estar a resposta para as energias renováveis e seguras do futuro.

Na National Ignition Facility, em Livermore na Califórnia, os cientistas pretendem construir o primeiro reator de fusão sustentável do mundo, ou como dizem, "a criação de uma estrela em miniatura na Terra".

Após uma série de experimentos-chave nas últimas semanas, o projeto de £$ 2,2 bilhões já avançou um pouco mais perto de seu objetivo de iniciar uma reação de fusão efetiva até 2012.

De acordo com a equipe da National Ignition Facility (NIF), em Livermore, em 02 de novembro eles dispararam até os 192 feixes de lasers no centro do reator e os miraram a um alvo de vidro contendo trítio e deutério gasoso.
A liberação de energia resultante foi de uma magnitude de 1,3 milhão de mega joules, que foi um recorde mundial e a medida da temperatura máxima da radiação no núcleo foi de cerca de seis milhões de graus Fahrenheit.
Para uma comparação direta, a temperatura no centro do sol é de 27 milhões de graus Fahrenheit.

"Os resultados de todas essas experiências são extremamente encorajadores", disse o diretor da NIF, Ed Moses.

"Eles dão-nos uma grande confiança de que seremos capazes de atingir condições de ignição para alvos de fusão de deutério e trítio."

Pesquisadores têm trabalhado para esse tipo de descoberta desde que a instalação começou a ser construída em 1997.

Prevendo que a fusão auto-sustentável poderia ser uma realidade dentro de dois anos, as implicações para o planeta são surpreendentes.

Fonte: Daily Mail

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...