7 de dezembro de 2010

Hugo Chavez põe a culpa de enchente forte no capitalismo


O presidente venezuelano, Hugo Chávez, disse que ele sabe o que está causando as inundações que mataram 32 pessoas em seu país e deixou 70.000 desabrigados: o capitalismo criminoso.

"As nações desenvolvidas de forma irresponsável quebraram a ordem ambiental, em seu desejo de manter um modelo de desenvolvimento criminoso enquanto a imensa maioria dos povos da Terra sofrem as conseqüências mais terríveis", disse ele na TV venezuelana neste domingo.

Sempre uma figura política teatral, Chávez convidou todos os desabrigados pelas enchentes para irem dormir no palácio presidencial na segunda-feira.

Por não conseguir fazer todas as 70 mil vítimas das enchentes caberem em sua mansão luxuosa, ele deixou 25 permanecerem no palácio presidencial, segundo a Reuters.

Ele também ordenou espaço para as pessoas afetadas pelas inundações para permanecerem em quartéis, ministérios e um shopping center de Caracas, enquanto colocava a culpa do desastre natural em outros países.

"Economias mais poderosas do mundo insistem em uma forma destrutiva de vida", disse ele no domingo. "E então, se recusam a assumir qualquer responsabilidade".

Além de causar desalojamento em massa na Venezuela, as inundações que varreram a região também devastaram a Colômbia, matando 170 pessoas e afetando mais de 1,5 milhões, informou a Reuters.

O líder venezuelano fez seus comentários controversos conforme representantes de 194 países se reuniam em Cancún para conversas tensas na Conferência do Clima da ONU, onde os cientistas apresentaram advertências sobre a escassez de alimentos e outros problemas causados pelo aumento das temperaturas globais.

Chávez, que tem estado sob pressão política recente dos venezuelanos descontentes com a falta do país em termos de preparação para as catástrofes naturais, recentemente levantou sua crítica aos países capitalistas, incluindo os EUA - uma tática comum para o líder político de esquerda.

Ele também criticou os ricos de seu próprio país, instando-os a abandonar suas terras para serem construídas habitações nas zonas menos propensas a inundações.

Fonte: New York Daily News

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...