1 de fevereiro de 2011

Fóssil sugere que dinossauros viveram 700 mil anos a mais do que haviam pensado


Os dinossauros sobreviveram mais de 700.000 anos do que se pensava anteriormente, sugere uma descoberta de um fóssil.

Se verdadeira, a descoberta lança dúvidas sobre a teoria de longa data que os dinossauros terrestres desapareceram entre os anos de 65,5 milhões e 66 milhões de anos atrás, após um grande meteorito atingir a Terra.

Detritos da colisão bloquearam a luz do Sol e causaram condições climáticas extremas, matando a vegetação.

Mas testes em ossos fossilizados de um dinossauro herbívoro descoberto no Novo México, revelaram que ele tinha apenas 64,8 milhões de anos de idade.

Isso significa que ele estava vivo, pelo menos 700 mil anos depois de supostamente ter morrido.



2 comentários:

Max disse...

Interessante: no Novo México, relativamente "perto" do ponto de impacto.
Sem dúvida mais perto dos dinossauros da Sibéria, por exemplo.

Se confirmada, esta datação pode acabar com a teoria do meteorito. Ou, na melhor das hipóteses, obrigar a uma profunda revisão.

Talvez esta espécie não tinha sido avisada.
"Mas então vocês não estão extintos?" "Não, porque?".

Um abraço!

Anônimo disse...

LoL!!!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...