2 de março de 2011

Altas doses de vitamina D podem cortar o risco de câncer




Um novo estudo diz que é preciso de muito mais vitamina D do que se inicialmente pensava para reduzir drasticamente o risco de várias doenças graves, incluindo câncer de mama.

"Nós descobrimos que a ingestão diária de vitamina D por adultos na faixa de 4000-8000 IU é necessária para manter os níveis sanguíneos de vitamina D no alcance necessário para reduzir pela metade o risco de várias doenças - câncer de mama, câncer de cólon, Esclerose múltipla e diabetes tipo 1", o co-autor Dr. Cedric Garland, um professor de medicina familiar e preventiva da Universidade da Califórnia em San Diego, disse em um comunicado de imprensa da universidade.

Garland admitiu que ficou surpreso que os níveis exigidos sejam muito superiores aos 4000 UI por dia, necessários para vencer o raquitismo no século 20.

Suplementos de vitamina D, muitas vezes vêm em pílulas ou cápsulas contendo 1.000 ou 2.000 unidades internacionais. Mas, de 4.000 a 8.000 UI por dia ainda é muito menor do que o intervalo considerado seguro pela National Academy of Science Institute of Medicine, os pesquisadores notaram.

O estudo - que envolveu também o Creighton University School of Medicine, em Omaha - foi baseado em um levantamento de milhares de pessoas que tomaram suplementos que variam de 1.000 a 10.000 UI por dia. Os voluntários também foram submetidos a testes de sangue para determinar os níveis de metabólitos da vitamina D circulante no sangue.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...