26 de março de 2011

Cientistas retomam idéias de Tesla sobre eletricidade no ar


Aproveitando a energia elétrica que é gerada naturalmente quando o vapor d'água se acumula em partículas microscópicas de poeira e outros materiais no ar pode proporcionar uma alternativa à energia solar e reduzir a incidência de descargas atmosféricas, dizem os cientistas da 240a Reunião Nacional da American Chemical Society .

"Nossa pesquisa pode abrir caminho para transformar a eletricidade da atmosfera em uma fonte de energia alternativa para o futuro", disse o líder do estudo, Fernando Galembeck, da Universidade de Campinas no Brasil. Sua pesquisa pode ajudar a explicar um enigma científico de 200 anos de idade sobre como a eletricidade é produzida e descarregada na atmosfera. "Assim como a energia solar poderia libertar algumas famílias do pagamento de contas de energia elétrica, esta fonte de energia nova e promissora poderia ter um efeito semelhante", explicou. "Se nós sabemos como a eletricidade se acumula e se espalha na atmosfera, isso também pode evitar a morte e danos provocados por relâmpagos."

O cientista e inventor Nikola Tesla foi um dos que sonhavam com a captura de eletricidade a partir do ar.

"Há uma evidência clara de que a água na atmosfera pode acumular cargas elétricas e transferi-las a outros materiais que entrem em contato com ela", explicou Galembeck. "Estamos chamando isso de 'hygroelectricity', significado electricidade da umidade". Ele propõe que seja possível desenvolver os coletores, semelhantes às células solares que coletam a luz solar, para capturar higroeletricidade e encaminhar para residências e empresas. Assim como as células solares funcionam melhor em áreas ensolaradas do mundo, painéis higroelétricos iriam trabalhar de forma mais eficiente em áreas com alta umidade.

Galembeck disse que uma abordagem semelhante poderia ajudar a prevenir a queda de raios. Ele prevê a colocação de painéis hygroelétricos no topo de edifícios em regiões que têm tempestades freqüentes. Os painéis absorveriam a eletricidade do ar e evitariam a acumulação da carga elétrica que é liberada em um raio. Sua equipe de pesquisa está testando metais para identificar aqueles com maior potencial para utilização na captura de eletricidade atmosférica e prevenir a queda de raios. "Nós certamente temos um longo caminho a percorrer. Mas os benefícios de longo alcance do aproveitamento da higroeletricidade poderiam ser substanciais", disse Galembeck, em conclusão.

2 comentários:

Gonçalo disse...

Mas mexendo com a humidade no ar, iria alterar todo o clima da zona e, consequnetemente, alteraria a precipitação, a temperatura, a existência de determinadas plantas e animais... Eu acho que não seria uma boa ideia

Don Fabio disse...

Uma palavra.. HAARP!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...