4 de março de 2011

Descobertas espécies de fungos 'zumbificantes' em Minas Gerais, Brasil


Quatro novas espécies brasileiras do gênero Ophiocordyceps foram encontradas. Os fungos, nomeados pelo Dr. Harry Evans e David Hughes, pertencem a um grupo de fungos "zumbificantes" que infectam as formigas e, em seguida, manipulam o seu comportamento, acaba matando as formigas depois de garantir um local privilegiado para a dispersão de esporos.

As novas espécies vêm todas da Mata Atlântica do Brasil, que é o ponto de biodiversidade mais fortemente degradado no planeta. Noventa e dois por cento de sua cobertura original está desaparecida.

O efeito da perda de biodiversidade na estrutura da comunidade é bem conhecida. O que os pesquisadores não sabem é como parasitas, como esses fungos indutores de zumbis, lidam com a fragmentação. Aqui os autores mostram que cada uma das quatro espécies é altamente especializada em uma espécie de formiga e tem um conjunto de adaptações e tipos de esporos para garantir a infecção. O ciclo de vida destes fungos que infectam, manipulam e matam formigas, antes cultivando uma produção de esporos em talos em suas cabeças, é bastante complicado.




2 comentários:

Bell disse...

oi éric, este tipo de fungo não seria perigoso se for injetado em seres humanos? tipo, se em insetos ele faz esse estrago, imagine no ser humano, se governos descobrirem esse tipo de fungo não seria perigoso, já que eles só pensam em usar qualqer meio da natureza e/ou de fora para atacar outras nações, imagine isso sendo usado como uma arma biologica. seria desastroso. sabe-se que governos não usam nada em beneficio do povo, a não ser pra eles mesmos.

Èric disse...

Você tem razão quanto ao que os governos fazem. Mas não se preocupe, cada gênero de fungo que existe só ataca determinadas espécies. Hoje já usam este fungo para acabar com pragas de formigas em plantações, pois este fungo realmente é inofensivo para os seres humanos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...