21 de abril de 2011

Crise global de alimentos catastrófica: 20 sinais que provam o que está por vir



1- De acordo com o Banco Mundial, 44 milhões de pessoas ao redor do globo têm sido empurradas para a pobreza extrema desde junho passado por causa dos preços dos alimentos.

2- O mundo está perdendo o solo a uma velocidade espantosa. De fato, de acordo com Lester Brown, "um terço das terras cultiváveis do mundo está perdendo solo mais rápido do que novo solo está se formando através de processos naturais".

3- Devido aos subsídios ao etanol dos EUA, quase um terço de todo o milho cultivado nos Estados Unidos é agora usado para o combustível. Isto está colocando um monte de estresse sobre o preço do milho.

4- Devido à falta de água, alguns países do Oriente Médio se vêem obrigados a confiar quase que totalmente a outras nações para alimentos básicos. Por exemplo, está sendo projetado que não haverá mais produção de trigo na Arábia Saudita até o ano de 2012.

5- Camadas subterrâneas de água em todo o mundo estão sendo reduzidas a uma taxa alarmante, devido a "extração excessiva". Segundo o Banco Mundial, existem 130 milhões de pessoas na China e 175 milhões de pessoas na Índia, que estão sendo alimentadas com grãos com a água que é bombeada dos aquíferos mais rápido do que pode ser substituído. Então o que acontecerá com todos quando a água acabar?

6- Nos Estados Unidos, a redução sistemática do Aqüífero Ogallala pode eventualmente transformar o "Celeiro da América" de volta à "Vasilha de Poeira".

7- Doenças como a ferrugem do trigo Ug99 estão exterminando segmentos cada vez maiores da oferta mundial de alimentos.

8- O tsunami e a crise nuclear consequente do Japão tornaram vastas áreas agrícolas nesta nação inutilizáveis. De fato, há muitos que acreditam que, eventualmente, uma parte significativa do norte do Japão será considerado inabitável. Não só isso, muitos estão convencidos de que a economia japonesa, a terceira maior economia do mundo, provavelmente entrará em colapso total, como resultado de tudo isso.

9- O preço do petróleo pode ser o fator mais importante desta lista. A maneira que nós produzimos os nossos alimentos é fortemente dependente do petróleo. A maneira que nós transportamos nossa comida é fortemente dependente do petróleo. Quando você tem a disparada dos preços do petróleo, o nosso sistema de produção alimentar torna-se muito mais caro. Se o preço do petróleo continua a ficar alto, vamos ver os preços dos alimentos muito mais elevados e algumas formas de produção de alimentos não fazem mais sentido em termos econômicos.

10- Em algum momento o mundo poderá viver uma escassez de fertilizantes muito grave. Segundo os cientistas da Global Phosphorous Research Initiative, o mundo não vai ter o suficiente de fósforo para atender a demanda agrícola, em apenas 30 a 40 anos.

11- A inflação alimentar já está devastando as economias ao redor do globo. Por exemplo, a Índia está lidando com uma taxa anual de inflação de alimentos de 18 por cento.

12- Segundo a Organização das Nações Unidas, o preço global dos alimentos atingiu um novo máximo histórico em fevereiro.

13- Segundo o Banco Mundial, o preço global dos alimentos aumentou 36% nos últimos 12 meses.

14- O preço do commodity de trigo está aproximadamente o dobro desde o Verão passado.

15- O preço dos commodities do milho também quase dobrou desde o último verão.

16- O preço dos commodities de soja é de cerca de 50% desde junho do ano passado.

17- O preço do commodity de suco de laranja dobrou desde 2009.

18- Há cerca de 3 bilhões de pessoas ao redor do mundo que vivem com o equivalente a 2 dólares por dia ou menos e o mundo já estava à beira de um desastre econômico, antes mesmo do início deste ano.

19- 2011 já foi um dos mais loucos anos desde a 2 Guerra Mundial. As revoluções varreram o Oriente Médio, os Estados Unidos se envolveu na guerra civil na Líbia, a Europa está à beira de um colapso financeiro e o dólar dos EUA está morrendo. Nada disto é uma boa notícia para a produção global de alimentos.

20- Há rumores persistentes de escassez em alguns dos maiores fornecedores de alimentos de emergência nos Estados Unidos.

Um comentário:

Avelino disse...

Caro Max
O seu blogue estava aqui paradinho, perdido entre tantos outros, que eu vou guardando e aos poucos vou lendo.
Li inumeros dos artigos e gostei, agora quanto a crise, ainda acho que os verdadeiros donos do dinheiro estão especulando para aumentar as suas já poucas rendas.
É mais uma bolha, as mortes serão apenas detalhes. Quem está preocupado com o numero de estadounidense sem casa?????!!Os donos do dinheiro já recuperaram o que não tinham perdido.
Saudações

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...