2 de abril de 2011

Masturbação acalma Síndrome de Pernas Inquietas


Muito disso vai fazer você ficar cego - é o que podem ter dito para você. Mas para alguns, a masturbação pode ter um benefício clínico real: ela pode aliviar a síndrome das pernas inquietas (SPI). A percepção disso poderia fornecer um doce alívio para os 7 a 10 por cento das pessoas nos EUA e na Europa que sofrem da condição.

SPI é um distúrbio neurológico caracterizado por uma angustiante necessidade de movimentar as pernas. É geralmente associada a sensações desagradáveis nos membros inferiores, tais como formigamento, dor e coceira.

As causas exatas da SPI ainda têm de serem identificadas, mas as autópsias e exames de imagem cerebral sugerem que um fator que contribui é um desequilíbrio da dopamina - um mensageiro hormonal que, entre outras coisas, ativa as áreas cerebrais responsáveis pelo prazer. Suspeita-se que o desequilíbrio da dopamina é responsável por alguns dos sintomas da doença de Parkinson.

Foi provado que drogas que aumentam a dopamina reduziram os sintomas da SPI, quando tomadas ao deitar e é considerado o tratamento inicial de escolha.

Embora tais drogas forneceram melhoria significativa dos sintomas de um homem de 41 anos com síndrome das pernas inquietas, ele encontrou um tratamento ainda melhor - o alívio completo após a masturbação ou o sexo.

Luis Marin e seus colegas da Universidade Federal de São Paulo, que informaram sobre o novo tratamento este mês no periódico Sleep Science, especulam que a liberação de dopamina relacionada com o orgasmo pode desempenhar um papel no alívio dos sintomas.

Um orgasmo proporciona uma das maiores explosões naturais de dopamina disponível para nós. Quando Gert Holstege na Universidade de Groningen, na Holanda, e colegas mapearam o cérebro de homens ejaculando, ele disse que as imagens resultantes lembravam scans de acúmulo de heroína.

Este aumento temporário de dopamina pode agir de forma semelhante às drogas que imitam o hormônio, concedendo ao homem em questão bastante alívio das pernas inquietas a deixá-lo dormir uma noite inteira.

Enquanto o "cinco contra um" já foi comprovado que protege os homens contra o câncer de próstata e alivia a febre do feno, os pesquisadores ainda não descobriram quaisquer efeitos secundários prejudiciais para o sistema visual.

Um comentário:

Anônimo disse...

Tenho 48 anos e sofro com a sindrome das pernas inquietas.
De fato ao masturbar-me ou ao fazer sexo os sintomas somem imediatamente.E assim tenho uma noite de sono extremamente agradável.
Tenho 30 orgasmo por mes. Transando ou masturbando.Dessa forma nunca mais senti os sintomas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...