2 de maio de 2011

Começo rápido para o maior projeto de identificação biométrica do mundo


Um programa que visa a identificação biométrica para todos os indianos começou com alguns milhões de residentes rurais. Esta mulher (foto acima) de uma aldeia perto de Bangalore teve suas impressões digitais e íris digitalizadas e sua foto tirada. Quando o projeto estiver concluído, a Índia terá a maior base de dados de identificação biométrica em todo o mundo.

Na Índia, cerca de 500 milhões de pessoas não têm nenhuma forma de identificação confiável. De cada participante voluntário, o governo arrecada 10 impressões digitais, duas imagens da íris, e uma foto, e se os novos dados não correspondem a nenhuma identidade já matriculadas, isso designa a pessoa a um número exclusivo de 12 dígitos. Depois disso, um único escaneamento de impressão digital ou da íris deve ser tudo que é necessário para verificar a identidade de qualquer pessoa. No final de março, o Unique Identification Authority of India (UIDAI) registrou mais de 4 milhões de pessoas desta maneira. O UIDAI espera eventualmente coletar dados biométricos de uma maioria da população indiana.

Um comentário:

Vapera disse...

Isso é uma forma de roubar a assinatura eletromagnética, assinatura essa que se alguém sintonizar em um rádio a nossa frequencia eletromagnética, viramos robos nas patas desse que controla a emissão de rádio.
E para matar um cidadão, não precisa sequer acha-lo, pois basta mandar um pulso na frequencia do "alvo" e o alvo cai fulminado!!
Muito semelhante ao que acontece com alguém que usa marcapasso e é atingido por um sinal de rádio com um booster, ele cai morto na hora!!

Estamos entregando a nossa vida na mão de um estado criminoso!! O status quo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...