12 de maio de 2011

Descoberta épica: uma constante da natureza pode variar em diferentes partes do Universo


Dados do Very Large Telescope (VLT) no Chile analisaram a luz de quasares distantes, o que mostram que uma das constantes da natureza parece ser diferente em diferentes partes do cosmos, e isso sustenta a teoria de que o nosso sistema solar é uma área do Universo que é "simplesmente correta" à vida; isso nega o princípio da equivalência de Einstein, que afirma que as leis da física são as mesmas em toda parte.

"Esta descoberta foi uma verdadeira surpresa para todos", diz John Webb, da Universidade de New South Wales, em Sydney, na Austrália. A mudança na constante parece ter uma orientação, criando uma "direção preferencial", ou eixo, através do cosmos, uma idéia que foi dispensada mais de 100 anos atrás com a criação da teoria especial da relatividade de Einstein.

O relatório descreve como o "número mágico", conhecido como a constante de estrutura fina - chamado de alfa para resumir - parece variar ao longo do Universo, diz a equipe da Universidade de New South Wales, Swinburne University of Technology e da Universidade de Cambridge. O trabalho está atualmente sob revisão.

"Após a medição do alfa em cerca de 300 galáxias distantes, uma consistência surgiu: este número mágico, que nos diz a força do eletromagnetismo, não é a mesma em todos os lugares como é aqui na Terra, e parece variar continuamente ao longo de um eixo preferencial através do Universo ", disse Webb.

"As implicações para nossa compreensão atual da ciência são profundas. Se as leis da física passarem a ser apenas "regulamentações locais", pode ser que a nossa parte observável do Universo favoreça a existência de vida e os seres humanos, em outras regiões mais distantes, onde podem existir diferentes leis que se opõem à formação de vida, pelo menos como a conhecemos."

"Se nossos resultados estão corretos, certamente vamos precisar de novas teorias físicas para descrevê-las satisfatoriamente."

Um comentário:

Marco Aurélio disse...

Como sempre, a ciência chega atrasadíssima à mesma informação que escolas de pensamentos e a espiritualidade sempre disseram há séculos, até milhares de anos.

Por isso eu digo para quem costuma pedir provas: "Espere, uma hora vocês chegam lá."

Abraços a todos =]

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...