7 de junho de 2011

Crateras elétricas na Lua


Uma nova pesquisa do Instituto de Ciências Lunares da NASA indica que o vento solar pode carregar certas regiões nos pólos lunares em centenas de volts enquanto o vento solar flui sobre obstáculos naturais na Lua, de acordo com cálculos do Instituto.

"Nossa pesquisa sugere que, além do frio intenso, exploradores e robôs no fundo de crateras lunares polares podem ter de enfrentar um ambiente complexo elétrico, que pode afetar a química da superfície, causar descarga de estática, e agarrar poeira", disse William Farrell, do Centro Goddard de Vôo Espacial da NASA.

O vento solar é um fino gás eletricamente carregado de componentes dos átomos - elétrons com carga negativa e os íons com carga positiva - que constantemente está soprando a partir da superfície do Sol no espaço. Como a Lua está ligeiramente inclinada em relação ao Sol, o vento solar flui quase horizontalmente sobre a superfície lunar nos pólos e ao longo da região onde há as transições de dia para a noite, chamado de Terminator.

"Os elétrons criam uma nuvem de elétrons nesta borda de sotavento da parede da cratera e do assoalho, o que pode criar uma carga atipicamente grande de carga negativa algumas centenas de volts em relação ao vento solar que flui denso por cima", disse Farrell.

Será que os avistamentos de estranhas luzes na Lua poderiam ser estas cargas elétricas?

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...