5 de novembro de 2011

Estudo afirma que benefícios à saúde dos raios ultravioletas superam os riscos



Em artigo de revisão cobrindo 30 anos de estudos publicados na revista Nutrição e Saúde Pública (Setembro 2011), o notório pesquisador norueguês Johan Moan concluiu que os benefícios para a saúde geral de uma melhoria do estado de vitamina D pode ser mais importante do que a possibilidade de aumento de risco de CMM (melanoma maligno cutâneo), resultante da exposição UV controlada.

Professor Moan, um membro da Real Academia Norueguesa de Ciência, e seus colegas, revisaram os dados publicados entre 1981 e 2011 que abordava o risco relativo para melanoma maligno cutâneo (CMM) associados com o uso de camas de bronzeamento artificial, vitamina D e os efeitos do UV sobre a saúde humana.

Na sua análise, os pesquisadores disseram: "A exposição ao sol é comumente suposta ser a principal causa de melanoma maligno cutâneo, na maioria das populações. No entanto, o assunto é contestado." Dr. Moan também concluiu: "Pode-se estimar que a exposição ao sol aumentada para a população norueguesa na pior das hipóteses pode resultar em 200-300 mortes a mais por ano de CMM, mas elevaria o status da vitamina D em cerca de 25 nmol/l, e pode resultar em 4000 menos cânceres internos e cerca de 3.000 mortes a menos de câncer em geral."

Fonte: The Sacramento Obee

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...