11 de março de 2013

Refrigerador quântico oferece resfriamento extremo e conveniência



Pesquisadores do Instituto Nacional de Padrões e Tecnologia dos Estados Unidos (NIST) demonstraram um refrigerador de estado sólido que usa a física quântica em micro e nanoestruturas para resfriar um objeto muito maior a temperaturas extremamente baixas.


E ainda mais, o protótipo de geladeira da NIST, que mede poucos centímetros nas dimensões exteriores, permite aos pesquisadores que coloquem qualquer objeto adequado na zona de resfriamento e, posteriormente, remova e substitua, semelhante a uma geladeira de cozinha comum. A potência de arrefecimento é equivalente a de um ar condicionado no de um edifício do tamanho do Memorial Lincoln em Washington, DC

"É um dos resultados mais espantosos que já vi", diz o líder do projeto, Joel Ullom. "Nós usamos a mecânica quântica em uma nanoestrutura para esfriar um bloco de cobre. O cobre é um milhão de vezes mais pesado do que os elementos de refrigeração. Este é um raro exemplo de uma máquina nano ou microeletromecânica que pode manipular o mundo macroscópico".

A tecnologia pode oferecer um meio compacto e conveniente de refrigerar sensores avançados abaixo das temperaturas de padrão criogênico - 300 milliKelvin (MK), normalmente obtido através da utilização de hélio líquido para melhorar o seu desempenho em sistemas de informação quântica, câmeras de telescópio, e pesquisas por matéria negra misteriosa e energia escura.

O resfriamento a temperaturas abaixo de 300 mK exige atualmente aparatos complexos, grandes e caros. Os investigadores do NIST querem construir alternativas simples, compactas para tornar mais fácil esfriar sensores avançados do NIST. Os pesquisadores planejam aumentar o poder de refrigeração do protótipo de geladeira, adicionando junções de supercondução de mais eficiência e a construção de uma estrutura de apoio mais rígida.

Fonte: Activist Post

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...