1 de agosto de 2013

Cogumelos mágicos reparam dano cerebral causado por trauma extremo



Um novo estudo realizado pela Universidade do Sul da Flórida descobriu que doses baixas do ingrediente ativo em cogumelos mágicos repara os danos cerebrais causados por trauma extremo, oferecendo renovada esperança para milhões de pessoas que sofrem de TEPT (Transtorno de Estresse Pós-Traumático).

O estudo confirma pesquisas anteriores feitas pelo Imperial College London, que a psilocibina, um composto que ocorre naturalmente em cogumelos alucinógenos, estimula o crescimento de novas células cerebrais e apaga memórias assustadoras. Ratos condicionados a temer choque elétrico ao ouvir um ruído associado com o choque "simplesmente perderam o medo", diz o Dr. Juan Sanchez-Ramos, que foi co-autor do estudo. Uma dose baixa de psilocibina levou a superar o "medo condicionado" e congelou a resposta associada mais rapidamente do que o grupo de ratinhos de cetanserina (uma substância que neutraliza o receptor que se liga a psilocibina no cérebro) e um grupo de controle em solução salina.

Estudos independentes têm mostrado que a parte do hipocampo no cérebro é danificado por esforço extremo e que isso é específico para TEPT e não está relacionado com perturbações de ansiedade ou pânico.

Estudos anteriores demonstraram que baixas doses de psilocibina não produzem efeitos que alteram o estado de consciência. Administrada na quantidade correta, a psilocibina poderia, portanto, ser considerada para tratar com segurança a TEPT com risco mínimo de efeitos colaterais adversos. Os cogumelos mágicos poderiam ajudar milhões a recuperarem dos ciclos debilitantes de luta e fuga e outras respostas biológicas condicionadas causadas por trauma extremo.

Fonte: Natural News

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...