10 de junho de 2014

9 dicas para ter um super sistema imunológico



A capacidade de um organismo de resistir a uma infecção ou toxina específica pela ação de anticorpos ou células brancas sensibilizadas do sangue é o que cria a nossa 'imunidade'. Nosso sistema imunológico leva uma surra tentando lutar contra o desperdício natural e industrial e comida de má qualidade e água contaminada. Células T, feitas pelo sistema imunológico, são os soldados mais importantes do nosso sistema imunológico, e nossa flora intestinal é como a sede do envio de 'tropas' para manter a frente de casa protegida.

Os radicais livres podem sinalizar células T para ficarem ocupadas se livrando da inflamação, outra grande causa da doença, mas elas podem ter excesso de zelo em fazê-lo, especialmente em casos de inflamação crônica.

Se o sistema imunológico torna-se excessivamente tenso, ele começa a atacar a si mesmo em vez de invasores estrangeiros. Ele pode literalmente se tornar seu pior inimigo. Isso é muitas vezes como doenças auto-imunes começam. Células B não podem se comunicar adequadamente com as células T por mais tempo. A boa notícia é que podemos ajudar o sistema imunológico fazer seu trabalho, sem tornar-se super-ativo simplesmente mudando nossa dieta, e alterando alguns hábitos de vida.

9 Dicas para uma ter uma Super Imunidade

1. Alimento é remédio. Você pode praticamente dobrar a capacidade do seu sistema imunológico para combater as doenças com a forma como você come - Tente comer folhas verdes, frutas e legumes. Frutas e legumes orgânicos são cheios de importantes antioxidantes que aumentam a imunidade. Dr. Joel Fuhrman acredita que você pode manter-se saudável para sempre, apenas mudando a sua alimentação. Ele acredita que você deve comer apenas alimentos que são ricos em nutrição. Ele inclui as cebolas, feijão e muitos vegetais e frutas. Ele sugere que você deve basear suas refeições em alimentos ricos em fitonutrientes. Sem carotenóides e verduras que ajudam a aumentar a flora intestinal, o sistema imunológico torna-se exaurido. Fuhrman: "A qualidade de uma dieta pode ser julgada na base de três critérios simples. Os micronutrientes (vitaminas, minerais, fitoquímicos) por caloria. As quantidades de macronutrientes (gorduras, carboidratos, proteínas) para atender às necessidades individuais, sem calorias excessivas que podem levar ao ganho de peso. Evitar substâncias potencialmente tóxicas (como as gorduras trans) e limitar quantidades de outras substâncias potencialmente nocivas (tais como sódio)."

2. Comer alimentos ricos no índice ORAC (acrónimo para "Oxygen Radical Absorbance Capacity", ou capacidade de absorção dos radicais oxigenados) também ajuda a aumentar a imunidade - Estes são os alimentos que combatem os radicais livres no organismo, uma das principais razões que a doença se desenvolve e o corpo transforma ácido em vez de manter o seu equilíbrio alcalino. Os radicais livres são moléculas sem carga que podem destruir o corpo. Eles congestionam as nossas células e nos faz envelhecer mais rápido e sermos mais propensos à doença. Alimentos ricos em ORAC incluem muitas ervas, como cravo e orégano, que têm altos valores de ORAC. Então consuma feijão, sorgo, canela, açafrão, pimenta Szechuan, e baunilha.

3. Pare de comer fast-food - Alimentos de baixa-absorção são melhores para o seu sistema imunológico. Quando você come comida "rápida" desprovidas de nutrientes, faz seu sistema digestivo trabalhar duro para digerir algo que dá ao seu corpo nenhum benefício. Muitos alimentos de absorção lenta têm tanto fibras e proteínas, ou um ou outro, junto com nutrientes importantes que também mantêm seus níveis de glicose longes de subirem.

4. Mantenha sua flora intestinal saudável - Comer açúcar refinado corrói a flora intestinal, e ao comer alimentos fermentados como Kim Chi ou beber Kombucha pode ajudar a criar flora intestinal saudável. Foi comprovado que o chocolate escuro também fornece "alimento" para as bactérias do intestino saudáveis. As folhas verdes ajudam a criar flora intestinal saudável também. Obviamente, tomar um suplemento probiótico pode ajudar também, uma vez que este substitui bactérias 'ruins' com bactérias 'boas', tornando mais difícil para o 'bandidos' passearem em seu trato intestinal.

5. Durma mais - Seu corpo não pode combater os radicais livres e restaurar-se se ele mal tem energia suficiente para realizar funções como bombeamento de seu coração ou certificando-se de que você respira. Dr. Fikrig e seus colegas da Escola de Medicina de Yale descobriu que os nossos ritmos circadianos (ciclos de sono e vigília) realmente governam a nossa imunidade. Perturbações do sono significa imunidade comprometida. Certifique-se de quando você dorme, você fique dormindo, tranquilamente por 7-9 horas todas as noites. Dormir até mesmo remove resíduos tóxicos formados no cérebro!

6. Coma mais cogumelos, cebolas e sementes - Os cogumelos têm esporos que aumentam a imunidade, e crescem a partir da hifa de fungos escondidas no solo ou madeira. Eles ajudam a quebrar coisas, tanto na floresta, quanto em nossos corpos, que não deveriam estar lá. É por isso que muitos cogumelos são saudados como super-alimentos e potenciadores de vida na medicina chinesa. Shiitake, Reishi, e Maitake são excelentes. As cebolas são anti-microbianas, anti-virais, e maravilhas impulsionadoras de imunidade, e as sementes são como plantas em miniatura, embaladas com um armazém de todos os nutrientes que precisam para crescer grandes e fortes, então elas fazem o mesmo por você. As sementes germinadas são ainda melhores. Por exemplo, sementes de brócolis germinadas têm 50 vezes mais habilidade contra o câncer do que comer a planta em si.

7. Faça uma caminhada diária - O exercício é uma das maneiras mais importantes para promover uma boa resposta imunológica no organismo. Você não precisa fazê-lo de forma exagerada. Exercícios intensos podem realmente causar mais estresse sobre o corpo e deprimir o sistema imunológico. Para obter os melhores benefícios para o sistema imunológico, faça caminhada, corrida, natação, salto de corda, ou outros esportes, como uma atividade diária.

8. Use ervas e suplementos em vez de vacinas e produtos farmacêuticos - Existem literalmente centenas de ervas que ajudam a impulsionar o sistema imunológico e combater a doença. Estes incluem coisas como moringa, folha de oliveira, astrágalo, cravo, orégano, e muito mais. Kathy Abascale lista 30 ervas em seu livro Ervas & Influenza: Como Ervas usados na Pandemia de Gripe de 1918 Podem ser Eficazes Hoje, que podem, naturalmente, diminuir os sintomas da gripe, incluindo ervas que tratam a gripe suína. Por outro lado, vacinas e produtos farmacêuticos (especialmente antibióticos) podem diminuir a sua resposta imune natural, e matar a flora intestinal saudáveis que são o seu "segundo cérebro" quando se trata de combate à doença.

9. Faça jejum de dois dias, pelo menos uma vez por mês. Abster-se de comida por pelo menos dois dias, pode regenerar o sistema imunológico, ajudando o organismo a combater a infecção, de acordo com um novo estudo.


Fonte: Natural Society e Independent

3 comentários:

Anônimo disse...

exelente artigo só uma resalva o jejum deve ser de 3 dias afim de regenerar todo o sistema imunológico nao menos nao mais, tambem nao c deve consumir acucar esse sim grande vilao.spock

Anônimo disse...

Aproveito para dizer que gosto muito do vosso site, mas depois de ler este ultimo artigo....
Caros amigos... nos tempos que correm, estando nós no Séc. XXi,na sociedade da Informação, etç..., quando se citam "estudos" para isto e para aquilo, não fica mal publicar as fontes e / ou os respectivos links.
A informação deve ser verificada.
Obrigado.

Anônimo disse...

respondendo ao anonimo: fasting for 3 days revives imune system. yahoo news, thedailybeast etc.. fasting significa:jejum tarammmmm.spock

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...